Após polêmica, MJ muda classificação indicativa de Aquarius para 16 anos

Reclassificação acontece depois de vários protestos e recurso judicial

O Ministério da Justiça (MJ) voltou atrás e reclassificou o filme Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, como “não apropriado para menores de 16 anos”. A classificação anterior, que constava, inclusive, na programação dos cinemas que exibirão o longa, era de 18 anos, o que restringia o acesso de uma fatia considerável do público. Essa decisão foi vista como retaliação política ao protesto realizado pela equipe do filme no tapete vermelho do Festival de Cannes, que se colocava contra o golpe parlamentar que estava em curso contra a ex-presidente Dilma Rousseff.

A mudança da classificação de Aquarius se deu após o acolhimento do recurso judicial protocolado pela Vitrine Filmes, distribuidora do longa. O diretor Kleber Mendonça Filho comemorou a decisão através de um post do facebook, onde a imagem do número “16” aparece vermelha e grande e ele escreve “Justiça acaba de ser feita”.

Aquarius entra em cartaz nos cinemas brasileiros a partir desta quinta-feira (01). O filme, protagonizado por Sonia Braga, acumula prêmios em festivais mundo afora e foi aclamado pela crítica internacional.

Deixe um Comentário